PRINCIPAL
HISTÓRIA
CASAMENTOS
CENTRO DE ESTUDOS
SEMINÁRIO
BIBLIOTECA
ÁUDIO
VÍDEO
ORGANIZAÇÃO
CELEBRAÇÕES
ENDEREÇOS
NOTÍCIAS
LINKS
LIVRARIA

Igreja Católica Liberal

Visite-nos no FACEBOOK!

RÁDIO
MÚSICA
SACRA


ACIONE ">" PLAY
ABAIXO PARA OUVIR

OUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINDOWS MEDIA PLAYEROUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINAMPOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O ITUNES OU QUICKTIMEOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O REALAUDIO PLAYER


ADQUIRA
LIVROS
DE
AUTORES
RECOMENDADOS






















eXTReMe Tracker


    AS LITURGIAS CATÓLICA LIBERAL E ORTODOXA
    Mui.Rev. J.I.Wedgwood

    Vol. 7, n° 5 (Fevereiro de 1928)

     Em resposta à pergunta se a Igreja Católica Liberal é somente uma reforma da Igreja Católica Romana, dizemos: Não; portanto não surge a questão de se haverá alguma reforma paralela da Igreja Ortodoxa Grega. A Liturgia Católica Liberal neste sentido geral é uma reforma da Liturgia de S. Crisóstomo.

    Agora, há pontos no culto da Igreja Ortodoxa de que os russos e outros não gostariam de abrir mão, como o canto pelo coro em lugar da congregação, as vestes ortodoxas especiais e a disposição do santuário. Neste caso a alternativa é tanto adotar o Rito Católico Liberal e explicar as razões para a mudança, ou iniciar um novo rito que esteja a meio do caminho entre o antigo e o Católico Liberal. Cabe às pessoas interessadas decidir o quanto do percurso podem fazer em direção às mudanças. Pessoalmente, sinto que se eles não concordam com todas as mudanças sugeridas, eles poderiam simplesmente manter o rito que já têm, que tem o mérito da antigüidade, e a cuja linguagem não se pode fazer a mesma objeção que às expressões da Missa Romana.

    Realmente parece que algumas disposições do Rito Oriental poderiam ser melhoradas. O canto por um bom coro pode ser muito inspirador, mas não tem o mesmo valor para a congregação ou a mesma eficácia num sentido oculto que a oração de coração e adoração de parte de uma congregação inteira, onde cada pessoa está unida a todo o resto e contribuindo com o melhor que existe em si. Isto é o que buscamos na Igreja Católica Liberal.

    Considerando a disposição do santuário no Rito Ortodoxo, acredito que o ikonostasis ou biombo entre o santuário não têm um retrospecto de antiguidade; imagino que possa ser demonstrado historicamente que desenvolveu-se em um período posterior.  Esta disposição parece ser a de um intercâmbio de força espiritual entre o clero e o povo, de modo que quando as portas, ou cortinas, do biombo são abertas o intercâmbio torna-se possível. As vestes do Rito Latino são concebidas mais cientificamente desenhados para atingir este propósito. As antigas civilizações certamente nutriam um respeito maior pelas coisas sacras que no presente, e de seu ponto de vista havia alguma relação com os Sagrados Mistérios serem celebrados com respeito e em privativo, longe do olhar profano. Mas temo que o mundo moderno, com seus instintos democráticos, pense que deveria haver um compartilhamento de tudo o que acontece. É claro, é verdade que agora a educação foi democratizada, as pessoas são mais capazes de tomar parte ativa e inteligente no que está acontecendo, e portanto no que concerne ao canto e cooperação de parte do povo.

    No Prefácio à Liturgia Católica Liberal será encontrada a razão pela qual não podemos imitar mais diretamente a Liturgia Ortodoxa em nosso trabalho de revisão. Examinando a operação da Liturgia Ortodoxa, o Bispo Leadbeater viu que a forma Eucarística construída era menos claramente definida, mais vaga e nebulosa do que no caso da Liturgia Romana.

    Não é que seja insensível às grandes belezas e à profunda devoção do culto Ortodoxo. Simplesmente estou expondo os fatos como eles se me apresentam. Nosso Irmão, Sophrony Nickoff, que foi um padre da Igreja Búlgara, estudando a matéria decidiu adotar em sua igreja em Sofia o Rito Católico Liberal em sua inteireza, em vez de valer-se de minha permissão de modificá-lo de qualquer modo para se adequar ao moderno uso Ortodoxo.

    Tradução: Ricardo Frantz
    Revisão: Rev.Pe.Osmar de Carvalho