PRINCIPAL
HISTÓRIA
CASAMENTOS
CENTRO DE ESTUDOS
SEMINÁRIO
BIBLIOTECA
ÁUDIO
VÍDEO
ORGANIZAÇÃO
CELEBRAÇÕES
ENDEREÇOS
NOTÍCIAS
LINKS
LIVRARIA

Igreja Católica Liberal

Visite-nos no FACEBOOK!

RÁDIO
MÚSICA
SACRA


ACIONE ">" PLAY
ABAIXO PARA OUVIR

OUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINDOWS MEDIA PLAYEROUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINAMPOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O ITUNES OU QUICKTIMEOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O REALAUDIO PLAYER


ADQUIRA
LIVROS
DE
AUTORES
RECOMENDADOS






















eXTReMe Tracker


    SANTO ALBANO ATRAVÉS DOS SÉCULOS

    Rev. Herbrand Williams

    Em 22 de junho celebramos o Festival do Santo Patrono da Igreja Católica Liberal, o Santo Mártir Santo Albano, sob Cuja augusta proteção nosso Movimento ganha mais e mais forças. Muitas de nossas Igrejas e Oratórios são-Lhe individualmente dedicados, e Seu Festival será portanto um tempo de esplendor e grande júbilo para muitos de nossos fiéis nos diferentes países.

    Mas ainda que celebremos Seu Festival só uma vez por ano, para quantos de nós este grande Mestre de Sabedoria é uma realidade viva na vida cotidiana? Quantos pensam n’Ele em seu trabalho, meditam n’Ele, tentam contatar por si mesmos esta poderosa Consciência – “a mais rica mente da Europa”, como foi nobremente chamado? Além disso, Sua gloriosa inspiração dirige e guia nosso Movimento entre muitos outros, Sua presença ofusca as Igrejas dedicadas a Ele, Sua força e Seu amor são ricamente distribuídos sobre todos que tentam seguir Seus passos. Este é o grande privilégio de possuir um Santo Padroeiro; e quando em acréscimo este Santo está tão alto na evolução espiritual como está o Santo Mártir Santo Albano, a ajuda que Ele pode dar está muito além de nosso poder de compreensão.

    Nosso Mestre Santo Albano na verdade é um Líder esplêndido para ser seguido, um Ideal magnífico para tentarmos alcançar. Os que estudaram o lado oculto da história européia nos contaram algo de Seu trabalho de construção da cultura ocidental; e foi grande em todas as muitas funções que Ele desempenhou. Como um grande Santo, um grande Filósofo, um grande Estadista, um grande Cientista, Instrutor e Hierofante dos Mistérios Divinos, um grande Poeta e grande Soldado – tudo isso o Mestre tem sido durante Suas muitas vidas na Europa, e Ele representa a complexidade do Sétimo Raio do qual Ele é o Chefe, sua universalidade e transcendência, sua síntese de arte e ciência, de devoção religiosa e habilidade de governar. Ele próprio é a encarnação do cavalheirismo, da régia cortesia, do esplendor e da magnificência; e Ele espera dos que O seguem que também sejam esplêndidos, que tenham uma visão ampla e corações bondosos, sejam refinados e corteses, e ainda assim plenos de poder e virilidade, que sejam conhecedores e contudo humildes neste conhecimento, que amem profunda e ternamente mas ainda assim sem pensar em si mesmos. Ser régios contudo humildes é um nobilíssimo Ideal, e é um Ideal de que o Mestre é um exemplo vivo.

    Que durante Seu Festival e ao longo de todo o ano que segue tentemos crescer mais plenamente à Sua semelhança, fazendo-O uma realidade viva em nossa meditação e em nossas vidas. Para que possamos ser considerados dignos de no devido tempo permanecer face a face em Sua própria Presença, e ser conduzidos por Sua mãos desde a escuridão do mundo para a Glória Oculta do Cristo, de Quem é um grande Discípulo. Pois a antiga Senda ainda está aberta para nossa passagem, e Ele é um dos Guardiães do Caminho. As palavras do Cristo são verdadeiras ainda hoje, como o foram sempre: “Pedi, e recebereis; procurai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á”; e foi dito belamente por outro Instrutor: “Quando o discípulo está pronto, o Mestre também está”. Que também nós possamos nos tornar dignos de chegar aos pés do Mestre.

    Tradução: Ricardo Frantz

    Revisão: Rev.Pe.Osmar de Carvalho