PRINCIPAL
HISTÓRIA
CASAMENTOS
CENTRO DE ESTUDOS
SEMINÁRIO
BIBLIOTECA
ÁUDIO
VÍDEO
ORGANIZAÇÃO
CELEBRAÇÕES
ENDEREÇOS
NOTÍCIAS
LINKS
LIVRARIA

Igreja Católica Liberal

Visite-nos no FACEBOOK!

RÁDIO
MÚSICA
SACRA


ACIONE ">" PLAY
ABAIXO PARA OUVIR

OUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINDOWS MEDIA PLAYEROUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINAMPOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O ITUNES OU QUICKTIMEOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O REALAUDIO PLAYER


ADQUIRA
LIVROS
DE
AUTORES
RECOMENDADOS






















eXTReMe Tracker


    O LUGAR DA MULHER NO DESPERTAR ESPIRITUAL DA RAÇA HUMANA

    Rev. Issac K. Zaney (Ghana)
    Vigário Geral
    The Liberal Catholic Vol. 70, n° 2 (Agosto de 2002)

    Em “Alguns Pensamentos sobre o Trabalho e Missão da Igreja Católica Liberal”, publicado na Páscoa de 2002 no The Liberal Catholic (p.20), o autor listou como um dos objetivos a que deveríamos nos propor como uma Igreja contemporânea, a educação das jovens mulheres de nosso meio para apreciarem sua condição feminina. Algumas, ele crê, encarariam isso com alguma curiosidade. Por que a apreciação de uma mulher por sua condição feminina seria uma questão assim importante para se tornar um objetivo no programa de uma igreja? Uma pronta resposta se segue através de palavras muito frutíferas citadas de fontes de profundo conhecimento e penetração. “As mulheres não devem ser vistas como somente um acessório do homem, uma vez que ela não foi criada meramente para seu benefício ou prazer mais do que ele para o dela; mas os dois devem ser entendidos como poderes iguais ainda que individualidades distintas... A missão das mulheres é se tornarem a mãe... daqueles que nascerão sem pecado. A redenção e salvação do mundo está na elevação das mulheres. E até que a mulher destrua os grilhões de sua escravidão sexual, à qual ela tem sempre estado submetida, o mundo não terá uma noção do que ela realmente é e do seu lugar adequado na economia da Natureza.

    “As luzes que virão... para o mundo inteiro, quando este descobrir e realmente apreciar as verdades que subjazem neste vasto problema do sexo... conduzirão para diante e para cima em direção à intuição espiritual. Então o mundo terá uma nova raça de Budas e Cristos, pois o mundo terá descoberto que os indivíduos têm em si o poder de gerar crianças semelhantes ao Buda.”

    Um Mestre da Sabedoria

    "Nossa Senhora mira o futuro quando o casamento e a paternidade serão exaltados entre os homens, quando assumirão seu lugar próprio e devido nas vidas dos homens como sacramentos espirituais por meio dos quais somente uma raça pode nascer pura como Ela é pura, e manifestando uma porção de sua perfeição divina. Então serão gerados corpos que serão templos adequados para o Deus em evolução que virá habitá-los.”
    Rev. Geoffrey Hodson, O Milagre do Nascimento
     
    “Soerguei as mulheres de vossa raça até que sejam vistas como rainhas, e para cada rainha todo homem seja um rei, para que se honrem mutuamente, percebendo a realeza um do outro. Que cada lar, por modesto que seja, torne-se uma corte, cada filho um cavaleiro, cada criança um pajem.”
    Uma mensagem de OL, Geoffrey Hodson,
    A Fraternidade de Anjos e Homens
    Como tudo isso se encaixa em nosso programa como uma igreja? A Igreja Católica Liberal é uma que trabalha consciente, e poderíamos dizer, resolutamente, para a evolução espiritual da raça humana, defendendo que o homem, como filho do Altíssimo, é divino em essência, e que a divindade que se manifestou em Cristo está gradualmente desabrochando em cada indivíduo até que cada um “torne-se um homem perfeito, até a plena medida da estatura de Cristo” (Efésios, 4, 13); crendo nisto, que todos os filhos de Deus “um dia chegarão aos Seus pés, por muito que  se tenham extraviado”. Na verdade defendemos que a Santa Eucaristia e os outros serviços divinos são planos para auxiliar a evolução do mundo pelo freqüente derramamento de força espiritual. Toda a mentalidade da Igreja Católica Liberal gradualmente se volta para sempre buscar meios de ajudar o progresso desta evolução espiritual.
    Considerando o papel da mulher, o 12° Sínodo Episcopal Geral instituiu uma Ordem Mariana, ou Ofícios Sagrados, para mulheres, e um Comitê do Sínodo tem desenvolvido a estrutura desta Ordem para prover um canal à Nossa Senhora, a Divina Mãe do Mundo, pelo qual Ela possa disseminar sua influência especial no mundo ajudando o progresso evolutivo de um modo significativo. As participantes da Ordem aspiram crescer à imagem d’Ela, que é a perfeita feminilidade levada à união consciente com a natureza Feminina e Maternal de Deus.
    As palavras citadas do Mestre de Sabedoria, de que a mulher possui uma chave especial que pode especialmente abrir a porta que “conduz para diante e acima em direção à intuição espiritual” e à geração de uma “raça de Budas e Cristos”, indicou o poder a ser liberado pelas mulheres quando se emanciparem da escravidão sexual, se elevarem e lhes permitirem desempenhar seu papel plenamente. Para uma igreja como a ICL, estas palavras devem energizar seus membros para o trabalho em prol desta emancipação e elevação. E o mínimo que podemos começar a fazer é delinear um esquema de educação das jovens mulheres de nosso meio que as conduza a uma verdadeira apreciação de sua condição feminina como peculiar repositório de certos recursos espirituais, há muito latentes, e talvez sequer suspeitados por elas, que são necessários para a humanidade dar seu próximo passo adiante na evolução espiritual.

    Como conduziremos este trabalho? Em resposta a este chamado para agir para a emancipação e elevação da condição feminina de seu infeliz estado atual, Clara M. Codd, uma mulher de grande dedicação à causa humana, disse:
    “O verdadeiro trabalho da mulher na construção de uma nova era e na salvação da futura humanidade está apenas começando. Devemos ajudar a trazer de volta ao mundo o ideal e concepção eternamente verdadeiros da mulher, seu lugar e trabalho na Natureza. Devemos parar de copiar os homens, e ousarmos sermos nós mesmas; descobrir e organizar a verdadeira educação, o verdadeiro trabalho, a verdadeira função na Natureza que pertence à mulher, o que desenvolverá suas faculdades peculiares e as farão fortes, belas, puras e intuitivas, miniaturas da Mãe de Deus.”

    Theosophy as the Masters See It, pgs. 157-158.


    Considero isto um bom esboço para um programa educativo para as mulheres em nossa igreja.

    Tradução: Ricardo Frantz
    Revisão: Rev.Pe.Osmar de Carvalho