PRINCIPAL
HISTÓRIA
CASAMENTOS
CENTRO DE ESTUDOS
SEMINÁRIO
BIBLIOTECA
ÁUDIO
VÍDEO
ORGANIZAÇÃO
CELEBRAÇÕES
ENDEREÇOS
NOTÍCIAS
LINKS
LIVRARIA

Igreja Católica Liberal

Visite-nos no FACEBOOK!

RÁDIO
MÚSICA
SACRA


ACIONE ">" PLAY
ABAIXO PARA OUVIR

OUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINDOWS MEDIA PLAYEROUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O WINAMPOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O ITUNES OU QUICKTIMEOUVIR A RÁDIO MÚSICA SACRA COM O REALAUDIO PLAYER


ADQUIRA
LIVROS
DE
AUTORES
RECOMENDADOS






















eXTReMe Tracker


    batet

    NATAL

    2012

    Caros Irmãos e Irmãs em Cristo:

    Recebam meus melhores votos de Natal 2012 e Ano Novo 2013.

    Natal é uma das festas mais importantes do calendário cristão porque celebramos o nascimento da Luz do Mundo. Mas não deve ser só um dia de festa e de lembrança mas a oportunidade de fazer uma pausa e rever nossa vida cristã, para saber quanto influi em nossa vida e na sociedade contemporânea as mensagens e valores que o Mestre nos propôs: Vida, Amor, Paz, Justiça, Direito e fraternidade universal em benefício de todos os Seres que vivem neste mundo.

    A sentença que o Senhor nos deixou: “Eu vim para que tenham vida e vida em abundância” (Jo. 10. 10) deve ser para nós um horizonte permanente para esforçarmos em produzir em nós uma mudança séria e profunda, se queremos que o mundo mude, mudemos a nós. Disse J. Krishnamurti, em seu livro “Aos pés do Mestre”:

    “A única coisa que tens de manter em vista é executar o trabalho do Mestre. Ainda que qualquer outra coisa para fazer pudesse surgir em teu caminho; aquela, pelo menos, tu nunca deverás esquecer. Nenhuma outra coisa, porém, pode surgir em teu caminho, pois todo o trabalho altruísta e de auxílio é o trabalho do Mestre, e tu deves executá-lo por amor a Ele.”

    Portanto, nesta Carta Pastoral quero convidá-los a refletir sobre alguns valores fundamentais de nosso ser humano para ver se estamos ou não contribuindo à fraternidade universal, que é o verdadeiro espírito do natal, sem esquecermos que os acontecimentos do viver diário, devem ser iluminados pelos Ensinamentos e que a realidade das coisas de suma importância na vida, neste Natal tenham um sentido profundo.

    O Cuidado da Vida

    O primeiro valor que devemos considerar é o cuidado da vida em todas as partes e em todos os Seres.

    Devemos ser responsáveis pela saúde física, psicológica, moral e espiritual de todas as pessoas: crianças, jovens, adultos, anciãos, enfermos, homens e mulheres, tratando-os com respeito e carinho porque todos temos uma dignidade como pessoas e filhos e filhas de Deus.

    Também devemos proteger a vida de “nossa casa comum”, o Planeta, que esta sendo agredido para tirar de suas entranhas os recursos naturais com ambiciosos propósitos mercantilistas sem pensar em seu reflorestamento e em uso comum para todas as criaturas animadas e humanas que são desbastados pela ganância humana.

    A justiça, a paz e o direito

    Durante o tempo litúrgico do Advento escutamos a mensagem dos profetas que anunciavam a vinda do Messias para atender as súplicas dos indefesos.

    Todos temos o direito de viver uma vida com maior qualidade. Mas devemos aprender que a Vida é sagrada, em todas partes e ainda antes do Mistério da concepção, na Mente de Deus já Tudo existe.

    Encontro com Cristo

    O Natal é presença de Deus conosco. “ O VERBO SE FEZ CARNE, E HABITOU ENTRE NÓS. ALI ESTAVA A LUZ VERDADEIRA, QUE ILUMINA A TODO HOMEM... VEIO PARA O QUE ERA SEU, E OS SEUS NÃO O RECEBERAM” (Jo. 1. 14. 9-12). Cristo é esse Verbo.  É um dom para caminhar na vida com sabedoria, verdade, conhecimento de Deus e por Ele alcançar a santidade e a salvação.

    Preocupa-me a indiferença religiosa que percebo nas pessoas e comunidades. São mais importantes os assuntos sociais, políticos, desportivos e econômicos que os religiosos. Cada vez há mais busca incessante de embriaguez de pseuda-espiritualidade. Constato que cada vez há menos participação e compromisso nas celebrações e tarefas pastorais.

    O Natal deve ser um tempo de avaliação sobre nossa vida. Se queremos viver uma vida em plenitude não podemos alcança-la sem um encontro pessoal com o Cristo interno para deixarmos levar por seu Espírito e redescobrir a alegria de nossa existência.

    O Mistério de Belém

    Há um grande Mistério no Símbolo de Belém. Estas consoladoras palavras nos convidam a receber ao Menino-Deus, o Mistério do Portal de Belém em nós, em suma a Luz eterna de Cristo em nós e acolhe-lo com fé e esperança... Sua luz nos impulsiona a comprometer-nos na construção de novo mundo fundado em relações éticas e econômicas justas. A sociedade do egoísmo e consumismo se desmorona por falta de fundamentos sólidos. Analisemos o porque de tantas crisis ante a Luz interna de Cristo em nós.

    Seu amor é norte para guiar os povos e abrir novos vínculos de confiança e de intercomunhão, com o olhar posto em tantas pessoas necessitadas de ajuda. Ele é a Verdade que nós faz livres, o Amor que pode transformar nossa existência e o Caminho de uma humanidade renovada.

    O espírito de Natal é Compaixão

    Quando sentimos nesta época, e muitas pessoas sentem de coração, uma crescente compaixão sem limites, nos leva a pensar que o espírito de Natal, não é uma data do calendário, onde nos reunimos a celebrar, desejamos felizes festas, palavras que suprem a verdadeira celebração de Páscoa Sagrada que o Natal tem. Viver o Natal em Compaixão é celebrar ao Cristo Menino interno todos os dias de nossa vida, a cada instante como um ato sagrado de reconhecimento da Sacralidade da Vida em Tudo e ainda antes nascer que o Senhor os abençoe a todos.

    Feliz Natal e que Cristo nasça em vossos corações.

    Natal do Senhor, 2012

    XMiguel

    Bispo Regionario da Argentina, e Bispo Comissário do Brasil e Uruguai